quinta-feira, 29 de setembro de 2016

PARADOXOS NOTURNOS

Talvez eu gostasse de estar na merda
Talvez fosse esse O lugar
Alguns caras se viciam em baseados de merda
Se viciam em merda baseada
(em alguns)

Desconfio

Desconfio
Até de mim
Suspeito parado embolando ali na esquina
Estupidez e cretinice
Esfumaçado e cinza

Fome e náusea
Por ter de engolir seus próprios passos e lamber suas velhas botinas
"Feliz como pinto na merda!"
Como algum cara bêbado o suficiente fodendo um cu por aí




Livro Diário de um ladrão de oxígênio. Foto: http://www.intrinseca.com.br/upload/livros/LadraoDeOxigenioG.jpg





Nenhum comentário:

Postar um comentário