sábado, 22 de outubro de 2016

Dentro da garrafa

"e se eu fosse o primeiro 
a voltar pra mudar
o que eu fiz
quem então agora eu seria?

ahh tanto faz
e o que não foi não é"




Foto: https://thumbs.dreamstime.com/t/guardando-garrafa-no-por-do-sol-55020925.jpg

"Então quem você deixou de ser quando cresceu?"

"ahhh se o que eu sou

é tambem o que eu escolhi ser

aceito a condição"



3 comentários:

  1. Como ser alguém que não é?
    Como estar com alguém que não está?
    Verbos e mais verbos, e ainda não a conheço.
    "J", és para mim ainda uma incógnita! haha
    Porém, não há "x" na questão, e sim J!
    Equações por equações, nunca fui bom em matemática...
    Mas "o que foi não é". E o que não é, poderia um dia ser?
    Enfim, de rodeios em rodeios e floreios, gostaria de saber quem és! A J por detrás da J.
    Gosto de ler você, mas gostaria de saber se leio a J, ou se às vezes leio "behind" a J. daushdoasih
    Compreende? haha
    Seus escritos são ótimos.
    Já peço perdão pela petulância.

    Abraços,
    Fabiano Favretto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui é o antro da petulância, se há esse lugar talvez seja aqui. A "J" é muito mais da pessoa que sou e que às vezes gostaria (de não ser), é uma patologia psiquiátrica. Tanto que desconheço se me escondo ou tento me esconder nela ou dela. Também aprecio muito seu trabalho, Fabiano e acho que vocês que me leem talvez me conheçam melhor do que as pessoas que comigo convivem. Não sei como agradecer por você gostar do que eu escrevo. E, a título de curiosidade, sob a luz do dia você jamais me reconheceria.
      "J"

      Excluir
    2. À luz do Sol, todos saímos queimados.
      Obrigado por me ler! Fico feliz que goste dos meus reclames.
      Então, espero que a esfinge nunca me pergunte quem é "J", pois eu seria devorado. Rsrsrs

      Abraços, J!
      Fabiano Favretto

      Excluir