quarta-feira, 9 de novembro de 2016

UM TOM DE AZUL PRA CADA DIA



Time (Tempo)

O tempo passa, em meio a momentos que maquiam um dia monótono
Você perde tempo gastando as horas de modo descuidado
Perambulando por aí, em sua terra natal
Esperando alguém ou algo que te mostre o caminho
Cansado de ficar deitado com o sol lá fora
E ficar em casa vendo a chuva
Você é jovem, e a vida é longa
E hoje é dia pra matar o tempo
E então um dia, você descobre
que dez anos ficaram para trás
Ninguém te disse quando correr
Você perdeu o tiro de partida
E você corre e corre atrás do sol
Mas ele está se pondo
Dando a volta, até surgir novamente atrás de você
O sol é o mesmo, de forma relativa,
Mas você está mais velho
Com menos fôlego e um dia mais próximo da morte
Cada ano que passa fica mais curto
Parece nunca arranjar tempo
Planos que tampouco deram em nada
Ou meia página de linhas rabiscadas
Se apegando a um desespero silencioso, este é o jeito Inglês
O tempo passou, a música acabou
Pensei que eu teria algo mais a dizer
Em casa, novamente em casa
Eu gosto de estar aqui quando posso
Quando chego em casa cansado e com frio
É bom pra esquentar meus ossos ao lado da lareira
Bem longe, do lado de lá do campo
O badalar do sino de ferro
Chama os fiéis, de joelhos
Para ouvir o encanto suave de suas palavras

Nenhum comentário:

Postar um comentário