quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Outra vez

Se você soubesse que quando eu te olho a menina dos meus olhos se transforma na menina dos seus sonhos. E quando fecho os olhos só vejo você.


Se soubesse que quando me toca nenhuma palavra obedece as minhas ordens, mas as suas, que quando me beija nenhum pensamento se aplica. O meu corpo me trai com você a qualquer instante enquanto o mundo se esquece do tempo e eu sinto (o que sei) que preciso de você outra vez, outra vez. 

2 comentários:

  1. Que maravilha! Quem me dera ter escrito alguma coisa assim!

    ResponderExcluir
  2. Gentileza, JB. Devo voltar a escrever com alguma frequência de novo. Devagar e sempre, outra vez.

    ResponderExcluir